PROPÓSITO E OBJETIVOS
 

O Departamento de Educação e Promoção para a Saúde (DEPS) assume a responsabilidade de complementar a formação curricular dos estudantes do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, em assuntos como a intervenção do farmacêutico e a sua contribuição para a Saúde Pública. Deste modo, o DEPS assenta as suas prioridades na promoção da prática farmacêutica, na educação para a saúde e na discussão de politicas de saúde, com vista à integração dos estudantes nestas prioridades de uma forma ativa e consciencializada do papel interventivo que o farmacêutico, enquanto profissional de saúde, assume na prestação
de cuidados e serviços de saúde, na educação para a saúde e na promoção para a literacia em saúde.

O DEPS tem o grande objetivo de sensibilizar os estudantes para a importância da saúde e do impacto que a educação dos estudantes, e da população em geral, tem na promoção de hábitos de vida mais saudáveis e, assim, de cidadãos mais saudáveis e felizes.

O DEPS pretende consciencializar os estudantes do MICF para o valor real que a saúde tem e da necessidade de eles próprios serem promotores da saúde entre os que os rodeiam, quer pelo exemplo, quer pela contínua educação de estilos de vida saudáveis nas mais diversas áreas de ação dos farmacêuticos.

ATIVIDADES

  • Concurso de Aconselhamento ao Doente – Com o objetivo de fomentar a prática e aconselhamento farmacêuticos, bem como a comunicação efetiva em saúde com as pessoas;
  • Concurso de Conhecimentos Clínicos – Cuja premissa reside em desenvolver o pensamento clínico e crítico dos estudantes;
  • APEF nas Escolas e nas Universidades – Pretendem-se criar projetos de educação e promoção para a saúde entre a comunidade estudantil, identificando os temas chave de saúde pública a abordar perante um público alvo do 1º ciclo e ensino superior.
  • Vampire Cup e Vampire Cup Nacional – Conscientes da importância de dádivas de sangue e medula óssea, o DEPS pretende sensibilizar e incentivar os estudantes para esta causa tão nobre.
  • Campanhas de Saúde Pública – serão realizadas em parceira com a EPSA, a IPSF e os Membros da APEF.