Farmácia Comunitária

O Ato Farmacêutico revela uma profissão complexa e multidisciplinar onde vemos os pilares fundamentais da Farmácia nas suas vertentes Comunitária e Hospitalar aqui explanados.

 

Tendo sempre em conta que a profissão de Farmacêutico é uma das mais antigas da humanidade, e cujo exercício é complexo, é importante termos sempre presente as bases fundamentais do pleno exercício da profissão.

 

A Farmácia Comunitária atravessou vários períodos de mudança e de transição ao longo da história. São várias as funções do farmacêutico comunitário no exercício da sua profissão. Conhecê-las permite um melhor desempenho no exercício da profissão e um reconhecimento do árduo trabalho por parte da população.

 

É prática farmacêutica:

  • Literacia em Saúde;

  • Orientação farmacêutica;

  • Atendimento farmacêutico;

  • Interpretação da prescrição médica e dispensa de medicamentos;

  • Acompanhamento farmacoterapêutico;

  • Registo sistemático das atividades, medição e avaliação dos resultados.

Cabe ao farmacêutico comunitário dignificar a profissão e enaltecer o trabalho comunitário que presta, pois é a farmácia a primeira unidade de acesso na rede de cuidados de saúde primários. Para além disto, desafiam-se os profissionais a reinventarem a profissão, diferenciando-se sem nunca esquecer os pilares base da mesma.