As Doenças Crónicas não Transmissíveis, como doenças cardiovasculares, cancro, patologias respiratórias crónicas, diabetes mellitus, entre outras, constituem uma das maiores causas de mortalidade no mundo.

Por essa razão, é cada vez mais importante para os profissionais de saúde, nomeadamente farmacêuticos, perceberem que tipo de abordagens devem ter, em contexto de Farmácia Comunitária, e qual o seu potencial papel na gestão destas patologias na sociedade.

 

Os participantes do CCC terão a oportunidade de assistir a dois webinars apresentados por profissionais de enorme relevo no panorama farmacêutico.

 

 

No dia 30 de abril, às 17:00h, a Dra. Mónica Condinho será responsável pela apresentação “Acompanhamento Farmacoterapêutico direcionado às Doenças Crónicas não Transmissíveis”.

A Dra. Mónica Condinho concluiu em 2008 o Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra. Em 2015, doutorou-se em Ciências Farmacêuticas na Especialidade de Farmacologia e Farmacoterapia, pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra. Entre 2012 e 2016, enquanto Farmacêutica, foi Delegada de Farmacovigilância na Unidade de Farmacovigilância do Sul, Portugal. Atualmente, integra o Grupo de Acompanhamento Farmacoterapêutico de Évora, Portugal, e a AcF – Acompanhamento Farmacoterapêutico, Lda., Portugal. Além disso, é Professora Auxiliar Convidada na Universidade do Algarve, lecionando Unidades Curriculares como Acompanhamento Farmacoterapêutico, Farmacoterapia e Tópicos de Aconselhamento em Farmácia, e é Formadora (Coordenação científica) da Ordem dos Farmacêuticos.

No dia 1 de maio, às 18:00h, poderás ficar a saber mais sobre “O Contributo da Farmácia Comunitária na gestão das Doenças Crónicas não Transmissíveis”, através da apresentação do Dr. Gonçalo Sousa Pinto.

O Dr. Gonçalo Sousa Pinto licenciou-se em Ciências Farmacêuticas pela Universidade do Porto no ano 2000.  É Lead for Practice Development and Transformation na Federação Internacional Farmacêutica (FIP), a organização global que representa mais de 4 milhões de farmacêuticos. É autor do estudo “Pharmacy: a Global Overview – Workforce, Medicines Distribution, Practice, Regulation and Remuneration, 2015-2017”, da FIP.  Em 2019, foi co-autor das publicações “Beating NCDs in the community: the contribution of pharmacists” e “FIP global vaccination advocacy toolkit”: Supporting and expanding immunisation coverage through pharmacists”. Foi também co-autor das orientações da FIP para apoiar a resposta dos farmacêuticos e técnicos de farmácia à pandemia da COVID-19.