Investigação e Desenvolvimento

Indústria Farmacêutica

A descoberta de novas moléculas, a exploração da sua interação com os sistemas vivos, o desenvolvimento de novas formas de veiculação de fármacos e a avaliação da sua eficácia, segurança e utilização fazem com que o Farmacêutico seja um profissional capaz de explorar diversas áreas de investigação. Esta é é regida por princípios rigorosos de organização e planeamento de metodologias de investigação.

 

No âmbito da investigação e desenvolvimento, a participação dos farmacêuticos destaca‐se em atividades relacionadas com o desenvolvimento e controlo de qualidade de medicamentos. O objetivo é assegurar o máximo de qualidade, eficácia e segurança do medicamento para os seus utilizadores.

 

A produção científica em Portugal, nas últimas décadas, tem aumentado exponencialmente. Multiplicaram-se os centros de investigação e os apoios à Ciência. Chegou também ao meio empresarial e ao setor privado, onde se dedicam cada vez mais recursos às atividades de investigação e desenvolvimento. A formação de base dos farmacêuticos fornece uma importante bagagem técnico-científica para o desenvolvimento de múltiplos projetos de investigação nas várias áreas das Ciências da Vida. 

 

Investigadores farmacêuticos espalhados pelo país e em vários centros de investigação internacionais desenvolvem os seus trabalhos e dedicam-se com afinco a projetos que almejam uma aplicação prática, preencham lacunas nos cuidados de saúde e respondam a necessidades concretas dos doentes.

 

A Investigação assume-se assim como um dos pilares no desenvolvimento e inovação de novos medicamentos e tratamentos.