A Monitorização da Empregabilidade dos farmacêuticos recentemente formados mostra-se e extrema importância, uma vez que permite ter conhecimento daqueles que são os interesses, preocupações e prioridades na escolha da área profissional ou até do primeiro emprego que, muitas vezes, pode não ir de encontro às preferências previamente estabelecidas.

Deste modo, foi preocupação da Associação Portuguesa de Estudantes de Farmácia (APEF) as motivações que os alunos do 2º ciclo de estudos do MICF têm quando pensam num futuro profissional que está para breve, assim como as motivações dos recém-farmacêuticos na procura pela sua primeira oportunidade de emprego.

Assim, a Monitorização da Empregabilidade foi uma das principais bandeiras do Plano Político da APEF para o mandato 2017/2018, tendo sido recolhidos informações através da um inquérito realizado entre os dias.

Eis aqui os resultados.

Categorias: News

APEF

Associação Portuguesa de Estudantes de Farmácia

Deixar uma resposta