Dia 24 de janeiro decorrerão as eleições para o próximo Presidente da República, pelo que preparámos esta página com todas as informações para que possas votar informadamente.

Deixamos-te este apelo para que, dia 24, exerças o teu direito e dever de voto. 

Enquanto jovens e futuros profissionais de saúde, é crucial que tenhamos uma voz ativa e reivindicativa em seio das políticas do país. 

Se estiveres interessado em saber o que pensam os candidatos sobre a nossa geração, os desafios que atravessam e que papel querem ter ao assumirem a Presidência da República, vê as entrevistas “Conversas à Presidente ”, uma iniciativa do Conselho Nacional de Juventude.

Clica na imagem para acederes às entrevistas.

Porque é que é importante votar nas eleições presidenciais?

Conhece as funções do Presidente da República, e a importância do seu papel enquanto Chefe de Estado de Portugal:

  • Enquanto Chefe de Estado, o Presidente da República é o representante da República Portuguesa, afirmando a independência nacional e a unidade das instituições democráticas, e assegurando o cumprimento da Constituição.
  • Compete-lhe nomear o Primeiro-Ministro, considerando os resultados eleitorais. É também responsabilidade sua nomear ou exonerar os restantes membros do Governo. Pode também demitir o Governo, quando tal se torne necessário. Ainda relativamente à sua relação com o Governo, pode presidir ao Conselho de Ministros.
  • Pode convocar extraordinariamente a Assembleia da República e, em solução para uma crise, dissolver o Parlamento, convocando novas eleições.
  • Fiscaliza toda a atividade política do país, competindo-lhe promulgar e mandar publicar as leis da Assembleia da República e os Decretos do Governo. Contudo, pode vetar qualquer diploma, ou questionar a sua constitucionalidade.
  • O Presidente da República convoca os referendos nacionais que sejam propostos pela Assembleia da República ou pelo Governo.
  • O Presidente da República é o Comandante Supremo das Forças Armadas, competindo-lhe, entre outras obrigações, nomear e exonerar o Chefe-do-Estado-Maior-General e os Chefes de Estado-Maior dos três ramos das Forças Armadas, declarar a guerra ou a paz, e ainda o estado de sítio ou de emergência.
  • Tem um papel crucial no âmbito das relações internacionais, nomeando embaixadores, acreditando diplomatas e ratificando tratados internacionais.
  • Nomeia e exonera os Representantes da República para as regiões autónomas, e pode dissolver as suas Assembleias Legislativas.
  • Compete-lhe ainda indultar e comutar penas, e atribuir condecorações na qualidade de grão-mestre das ordens honoríficas portuguesas.
  • Nomeia e exonera o Presidente do Tribunal de Contas e o Procurador-Geral da República, e ainda vogais do Conselho Superior da Magistratura e do Conselho de Estado.
  • É um poder moderador entre os diferentes partidos, aconselhando-os e pronunciando-se sobre os diversos assuntos do quotidiano político.

Fonte: presidencia.pt

            Ana Gomes      

Apoio partidário: PAN

  • Diplomata (1980 – 2003);
  • Militante do PS desde 2002;
  • Deputada do parlamento europeu (2004 – 2019).

 

           André Ventura    

Apoio partidário: Chega

  • Militante do PSD de 2001 a 2018;
  • Abandona o PSD em 2018 e funda o Chega a 9 de Abril de 2019
  •  Forma a 12 de Abril o Basta! – coligação que integra o Chega, o PPM e Partido Cidadania e Democracia Cristã – para concorrer às Europeias 2019;

 

          João Ferreira    

Apoio partidário: PCP

  • Desde 2012 – Membro do Comité Central do PCP, da Direção da Organização Regional de Lisboa do PCP e da Direção do Setor Intelectual de Lisboa do PCP;
  • 2009 a 2014 – Deputado do PCP no Parlamento Europeu; 
  • Membro da Assembleia Parlamentar Paritária África, Caraíbas e Pacífico-EU (2014 a 2019);

 

         Marcelo Rebelo Sousa    

Apoios partidários: PSD e CDS

  • Presidente da República (2016 – 2020);
  • Líder do PSD entre 1996 e 1999;
  • Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares (1981 – 1982);

 

           Marisa Matias   

Apoios partidário: BE

  • Vice-presidente do Grupo da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde (2019-atualidade);
  • Vice-presidente do Partido da Esquerda Europeia (2010-2019); 
  • Deputada ao Parlamento Europeu pelo Bloco de Esquerda (2009-atualidade).

 

         Tiago Mayan   

Apoio partidário: Iniciativa Liberal

  • Membro da Assembleia de Freguesia da União de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde;
  • Membro fundador da Iniciativa Liberal;
  • Presidente do Conselho de jurisdição da Iniciativa Liberal.

 

       Vitorino Silva     

Apoio partidário: RIR

  • Fundador do RIR – Reagir, Incluir, Reciclar, em maio de 2019;
  • Ex-autarca de Rans (no concelho de Penafiel) de 1993 a 1997 pelas listas do PS;
  • Candidato independente à Câmara de Valongo nas autárquicas de 2009, não sendo eleito;

Fonte: rtp.pt

Sabias que eleitores fora do seu município de recenseamento, à data das eleições presidenciais, podem votar através do voto antecipado?

Os requerimentos podem ser feitos de 10 a 14 de janeiro.

Para mais informações sobre o processo, consulta o seguinte link.

 

Sabias ainda que eleitores em confinamento obrigatório podem votar nas eleições presidenciais através do voto antecipado?

Os requerimentos podem ser feitos de 14  a 17 de janeiro.

Para mais informações sobre o processo, consulta o seguinte link.

Categorias: (Des)Complica

APEF

APEF

Associação Portuguesa de Estudantes de Farmácia

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *